Categorias

Blog Post

Favela sim, impunidade não!
Colunistas, DIREITOS HUMANOS, TRIBUNA DAS COMUNIDADES

Favela sim, impunidade não! 

Por William de Oliveira

No nosso dia a dia, sabemos que o caráter de um ser humano não está em suas vestes, da mesma forma o caráter de um policial não está na sua farda e sim na pessoa dele próprio.

Faremos uma reflexão!

De onde você acha que vem nossos policiais?! Eles não são importados de nenhum país, são Brasileiros, muitos dos bairros formais (asfalto) e outros de comunidades carentes, alguns deles sonharam em ser um agente da Lei, policial, como outros sonharam e conseguiram se formar em outras profissões.

Ao longo dos anos vivemos discutindo a Polícia que queremos, eu particularmente já participei de seminários, conferências, debates, publiquei artigos,  já faz uns 20 anos que atuo na promoção e na humanização dos direitos fundamentais à segurança pública, direitos humanos e sociais.

A situação que aconteceu na Favela do Jacarezinho, há 1 mês, acontece sempre nas Favelas do Rio e do Brasil, o fato ocorrido nos leva a fazer uma extensa reflexão!

Quantas famílias juraram e afirmaram que seu ente querido assassinado não tinha envolvimento com o crime, mas ao fazer a perícia demonstrava pólvora nas mãos da vítima e naquele momento nós virávamos defensores de bandidos, e não de um ser humanos.

Nesses artigos reconhecemos a boa conduta daqueles policiais que continuam resistindo ao mal, não se desviando para a criminalidade, utilizando dos equipamentos pagos com nossos impostos para cometer crimes tão graves que mancham a imagem da corporação, aos fiéis, sigam firmes no caráter, pois nós, população, precisamos de vocês.

Aos policiais que se desviam, esses merecem ser presos, expulsos dos quadros da corporação, condenados e punidos por tudo que fizeram, não só a eles mais a todos os prejudicamos por suas ações.

Nos últimos anos venho me deparando com essas lamentáveis imagens, acreditamos que muitos dos ‘autos de resistência’ foram causados dessa forma, repudiamos tal ação, estamos aqui solidários a todos os familiares de vítima desta violência que neste momento parece que não terá fim.

WILLIAM DE OLIVEIRA – Ativista, Mobilizador Social, Presidente do Coletivo MISSÃO ROCINHA, graduando no Curso de Investigação Forense e Perícia Criminal.

 


HERÉDIA ALVES é a titular desta coluna, advogada Criminalista e do Terceiro Setor, especialista em Direito Público, diretora de Projetos do Instituto Anjos da Liberdade, presidente Estadual do Instituto Nacional de Combate a Violência Familiar, advogada da Associação de Moradores da Vila Mimosa e membro da Comissão de Direitos Humanos OAB/ RJ.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *