Categorias

Blog Post

Saneamento básico em debate na Baixada Fluminense – por Daniel Mazola
Fotos: Baía Viva/Divulgação
Cidades, Colunistas, Geral

Saneamento básico em debate na Baixada Fluminense – por Daniel Mazola 

Por Daniel Mazola

Audiência Pública na Câmara de Vereadores de Mesquita hoje (9) em defesa do Saneamento básico debate propostas para um Plano de Investimento para o uso das outorgas da concessão da CEDAE.

Com a privatização da CEDAE um grande desafio será o cumprimento das metas de ampliação dos sistemas de saneamento básico e de abastecimento de água, obras fundamentais à saúde da população que estão previstas no contrato de concessão assinado este ano.

O valor da outorga da concessão de R$ 22 bilhões, será dividida entre o governo do estado e os municípios e deverá priorizar investimentos nos Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSBs) que são previstos na Política Nacional de Saneamento Básico.

“A ausência de saneamento básico tem sido um dos principais fatores de proliferação das doenças de veiculação hídrica que são mais presentes nos bairros e comunidade mais pobres e vulneráveis. É o que chamamos de Racismo Ambiental. Um grande desafio para a sociedade brasileira é o de superar o profundo déficit sanitário ainda existente onde 100 milhões de brasileiros ainda hoje, em pleno Século 21, não tem acesso ao saneamento básico e 35 milhões não tem acesso à agua potável.”, ressalta nosso colunista Sérgio Ricardo Potiguara, ecologista e cofundador do Baía Viva, um dos convidados da Câmara de Vereadores de Mesquita.

DANIEL MAZOLA – Jornalista profissional (MTE 23.957/RJ); Editor-chefe do jornal Tribuna da Imprensa Livre; Consultor de Imprensa da Revista Eletrônica OAB/RJ e do Centro de Documentação e Pesquisa da Seccional; Membro Titular do PEN Clube – única instituição internacional de escritores e jornalistas no Brasil; Pós-graduado, especializado em Jornalismo Sindical; Apresentador do programa TRIBUNA NA TV (TVC-Rio); Ex-presidente da Comissão de Defesa da Liberdade de Imprensa e Direitos Humanos da Associação Brasileira de Imprensa (ABI); Conselheiro Efetivo da ABI (2004/2017); Foi vice-presidente de Divulgação do G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira (2010/2013). mazola@tribunadaimprensalivre.com

SÉRGIO RICARDO VERDE – Ecologista, membro fundador do movimento BAÍA VIVA; Gestor e planejador ambiental, produtor cultural, engajado nas causas ecológicas e sociais, colunista do jornal Tribuna da Imprensa Livre; Membro do Conselho Estadual de Direitos Indígenas (CEDIND-RJ) pela organização GRUMIN presidida pela escritora Eliane Potiguara e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável (PPGPDS) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). www.baiaviva.com


AGENDA

Tribuna recomenda!

NOTA DO EDITOR: Quem conhece o professor Ricardo Cravo Albin, autor do recém lançado “Pandemia e Pandemônio” sabe bem que desde o ano passado ele vêm escrevendo dezenas de textos, todos publicados aqui na coluna, alertando para os riscos da desobediência civil e do insultuoso desprezo de multidões de pessoas a contrariar normas de higiene sanitária apregoadas com veemência por tantas autoridades responsáveis. Sabe também da máxima que apregoa: “entre a economia e uma vida, jamais deveria haver dúvida: a vida, sempre e sempre o ser humano, feito à imagem de Deus” (Daniel Mazola). Crédito: Iluska Lopes/Tribuna da Imprensa Livre.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *