Categorias

Blog Post

Continuam as podas assassinas no Rio de Janeiro!
Cidades, Colunistas

Continuam as podas assassinas no Rio de Janeiro! 

Por Sérgio Ricardo

Esta árvore centenária foi, infelizmente, decepada / assassinada nesta quinta-feira (13/08/2020) na Praia da Guanabara, Freguesia, na orla da Ilha do Governador. A COMLURB (Prefeitura) e a concessionária privada de energia elétrica LIGHT tem agido ilegalmente sem dó, nem piedade, passando diariamente sem prévio controle e fiscalização os moto-serras nas árvores da cidade…!

Em Janeiro/2020, a partir de denúncias recebidas pelas redes sociais, o Movimento Baía Viva lançou esta Petição online que já alcançou 8.500 assinaturas para tentar abrir um canal de diálogo entre a Prefeitura/COMLURB e a concessionária privada LIGHT e a população visando a adoção prévia de critérios técnicos transparentes ANTES destes cortarem, mutilarem as árvores da nossa cidade, o que vem afetando inclusive árvores saudáveis, centenárias e históricas e que tem relevância por seu valor afetivo com às comunidades.

Apesar da nossa insistência (que está documentada em emails), lamenta-se que a atual Presidência da COMLURB desde Fevereiro tem se negado à participar deste diálogo de grande interesse público!

Na próxima semana, o Baía Viva e dezenas de associações de moradores de vários bairros cariocas, coletivos de Agroecologia e de hortas comunitárias e cidadãos que voluntariamente plantam árvores nas ruas e praças e entidades técnicas estarão ingressando com uma REPRESENTAÇÃO JUDICIAL junto aos MINISTÉRIOS PÚBLICO ESTADUAL E FEDERAL para apurar as responsabilidades cíveis e criminais pelas podas assassinas de milhares de árvores por ano no município do Rio de Janeiro por parte da Prefeitura/COMLURB e a anti-ecológica transnacional LIGHT!

Assine e nos ajude a divulgar a Petição #PAREM COM AS PODAS ASSASSINAS DE ÁRVORES DE ÁRVORES FEITAS ILEGALMENTE PELA LIGHT E COMLURB no município do Rio de Janeiro.

Em duas (2) plenárias virtuais pelo aplicativo ZOOM, realizadas durante a pandemia, mais de de 100 pessoas de diversos bairros cariocas se uniram e elaboraram um conjunto de propostas que compõem um PROTOCOLO PARTICIPATIVO para que o cidadão possa propor à Prefeitura ações efetivas visando prevenir e impedir a continuidade de milhares de mutilações, corte raso, podas abusivas e ilegais de árvores em TODOS os bairros do município do Rio de Janeiro, o que viola os princípios da Transparência, Publicidade e da Participação social na formulação das políticas públicas de Arborização Urbana municipal.

As podas abusivas são tipificadas como Crime Ambiental (Lei Federal no. 9605/1997) além de constituir Crime de Improbidade Administrativa e de Prevaricação por parte do gestor público omisso, conivente, leniente com as milhares de podas assassinas irregulares promovidas por ano em nossa cidade, apesar de comprovadamente as populosas Zonas Norte e Oeste do Rio já apresentarem, há décadas, expressivo déficit de Arborização Urbana o que tem prejudicado a saúde da população, além de contribuir para o desconforto térmico e a formação de “ilhas de calor” e o incremento das mudanças climáticas.

Em função de interesses econômico$ pouco transparentes, todos os últimos sucessivos governos municipais, além de terem esvaziado e desmantelado a Fundação Parques e Jardins (FPJ), instituição centenária de reconhecida capacidade técnica, vem adotando as podas assassinas como um “padrão” (equivocado e criminoso) de política pública.

#BastaDePodasAssassinas!
#MOVIMENTOBAIAVIVA

Assine e compartilhe a Petição:

“PAREM COM O EXTERMÍNIO DE ÁRVORES NO RIO DE JANEIRO !”

https://secure.avaaz.org/community_petitions/po/ministerio_publico_federal_no_rio_de_janeiro_ibama_parem_com_o_exterminio_de_arvores_no_rio_de_janeiro/?fbclid=IwAR3C2M3UVwVrgJVkAhporYIXwBEEAnxeQQed0pu4ect2O_baVZLYT-bMzIw

movimentobaiaviva.com.br/2020/07/31/pelo-fim-das-podas-assassinas-da-comlurb-e-light-nas-arvores-do-rio/


SÉRGIO RICARDO VERDE – Ecologista, membro fundador do movimento BAÍA VIVA, gestor e planejador ambiental, produtor cultural, engajado nas causas ecológicas e sociais, colunista do jornal Tribuna da Imprensa Livre.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *