Categorias

Blog Post

Brasileirão 2021, séries A e B. Na lanterna, humilhados, Vasco e Cruzeiro
Charge do Duke (Facebook)
Colunistas, Esportes

Brasileirão 2021, séries A e B. Na lanterna, humilhados, Vasco e Cruzeiro 

Por Alcyr Cavalcanti

O Flamengo transferiu seus jogos por ter cedido vários jogadores às seleções principais e Olímpica. O rubro-negro começou bem sua arrancada para mais um título, ao vencer seu maior rival o Palmeiras em jogo no Maracanã, ainda sem público. O Fluminense empata sem gols com o São Paulo. O Grêmio decepcionou em sua estreia e perdeu para o Ceará.

Fluminense bate Cuiabá e vence a primeira. Gol de Gabriel Teixeira foi suficiente para dar a vitória ao Tricolor na segunda rodada da competição

A Série B  começou com algumas surpresas, o Botafogo que abriu a rodada decepcionou, embora não se possa esperar muito de um time com  poucos jogadores de destaque. Apesar da expulsão de um jogador do Vila Nova o treinador Chamusca não soube quebrar a retranca do adversário, embora não tenha jogadores que pudessem fazer isso em jogadas individuais, por isso não saiu de um empate.

Pela segunda rodada da Série B, Vasco e Ponte Preta empatam em 1 a 1. Time de São Januário continua sem vencer na competição nacional

Já o Vasco e Cruzeiro tiveram pior desempenho e começaram mal com derrotas humilhantes. Vai ser um torneio bem difícil na subida para a Série A. Cinco ex-campeões brasileiros Botafogo, Cruzeiro, Guarany e Coritiba vão brigar com os outros quinze para voltar à elite do futebol.

Cruzeiro perde para CRB na segunda rodada e cai para lanterna da Série B. Terceiro jogo da Raposa será contra o Goiás

Na elite do futebol, vinte participantes, mas apenas quatro ou cinco sonham com a taça, e o Flamengo continua como favorito tendo como maior adversário o Palmeiras, embora o Atlético Mineiro possa chegar lá. São Paulo x Fluminense não saíram de zero em um estádio ainda vazio, sem torcedor,  em função da Pandemia. A Covid-19 ainda tem índices de contaminação muito altos o que segundo as orientações sanitárias devem ser evitadas aglomerações e excessos muito comuns em partidas de futebol.

Vai ser difícil torcer, xingar o juiz, gritar para o técnico, ou mesmo dirigir impropérios coisas tão comuns no futebol, que também é um excelente motivo para escapar das imensas vicissitudes que nos atormenta na “Nova Era” do século XXI.


ALCYR CAVALCANTI – Jornalista profissional e repórter fotográfico, trabalhou nos principais jornais do Rio de Janeiro e de São Paulo e em agências de notícias internacionais. Bacharel em Filosofia pela Universidade do Estado da Guanabara (atual UERJ) e mestre em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Professor universitário, ex-presidente da ARFOC, ex-secretário da Comissão de Defesa da Liberdade de Imprensa e Direitos Humanos da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), colunista do jornal Tribuna da Imprensa Livre.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *